Atendimento:

8:00 - 18:00

Ligue:

(82) 3336-4247

Vantagens de ser Pessoa Jurídica

Quais as vantagens de ser Pessoa Jurídica?

À medida que o mercado de trabalho se torna mais flexível, algumas empresas estão contratando profissionais como prestadores de serviços. Mas, dadas as suas finanças pessoais, vale a pena ser pessoa jurídica? Existem algumas diferenças entre trabalhar como CLT e como pessoa jurídica. A seguir, veremos quais são essas diferenças, bem como as vantagens e desvantagens de ser uma pessoa jurídica.
Por fim, você poderá decidir se deseja permanecer um funcionário CLT ou se tornar uma pessoa jurídica.

DIFERENÇA ENTRE CLT E PESSOA JURÍDICA

A Consolidação da Lei do Trabalho, ou CLT, foi aprovada em 1943 para regulamentar as relações entre empresas e empregados. No regime CLT, você terá um contrato formal e a empresa assumirá diversas obrigações trabalhistas. Por exemplo:

  • Contribuições do FGTS;
  • Férias pagas;
  • Licença maternidade;
  • Seguro desemprego;
  • Vale-alimentação;
  • Entrega de documentos.

Por outro lado, ao assinar um contrato na modalidade de pessoa jurídica (PJ), você deve primeiro Abrir uma empresa.
Ele então fornecerá serviços de terceiros sob um contrato comercial que estabelece os direitos e obrigações de ambas as partes nas negociações.
A forma mais comum de se tornar um PJ é se cadastrando como Microempreendedor Individual (MEI), que tem um limite de pagamento anual de R$ 81 mil.
De acordo com o Sebrae, existem atualmente mais de cinco milhões de MEIs no Brasil.
No entanto, microempresas pessoais é uma categoria que se aplica apenas a certos tipos de atividades. Se você não se enquadra no limite de pagamento ou na lista de profissões permitidas, uma das opções é criar uma Eireli.
A Eireli não tem limite de renda, mas o capital mínimo autorizado é de 100 salários mínimos.

BENEFÍCIOS EM SE TORNAR PESSOA JURÍDICA

Se você está procurando trabalhar em projetos ou iniciar um negócio, confira alguns dos benefícios de ser uma pessoa jurídica a seguir e analise as vantagens de ser Pessoa Jurídica.

FLEXIBILIDADE DE HORÁRIOS

Enquanto o funcionário CLT deve cumprir os horários do contrato, a pessoa jurídica tem flexibilidade em seu horário de trabalho.
Uma entidade que é paga por um projeto concluído, por exemplo, não tem que trabalhar das 9h às 18h.
Você pode ter que pagar impostos retroativamente e pagar impostos que não foram recebidos.
Se você adora trabalhar mais cedo ou mais tarde, ou não planeja ficar 9 horas seguidas sentado no escritório, a pessoa jurídica lhe dá a oportunidade de definir trabalho e lazer de forma independente.

FLEXIBILIDADE DE PROJETOS

Da mesma forma, será mais fácil para a pessoa jurídica mudar os projetos e empresas para os quais presta serviços.
Por outro lado, os funcionários da CLT devem notificar a empresa com antecedência de que estão deixando seus empregos, o que pode resultar em multa por quebra de contrato de serviço.
No final de um projeto, nada impede a pessoa jurídica de cooperar com uma empresa e procurar novas atividades.

MAIS SALÁRIO E MENOS IMPOSTOS

De acordo com o esquema CLT, o cheque que consta na planilha não é o cheque que aparece no final do mês na sua conta.
Para custos lucrativos, as empresas costumam cobrar salários CLT mais baixos do que salários iniciais.
Os descontos não são concedidos a pessoas jurídicas, o que pode aumentar os lucros.
Se você se tornar uma pessoa jurídica, o pagamento de impostos permitirá que você receba vários benefícios, além de processar e transferir garantias. No caso das empresas contratantes, algumas têm direito a pensões, subsídio de doença, subsídio de maternidade, velhice, invalidez e muito mais!

COMO FUNCIONA A CONTRATAÇÃO DA PESSOA JURÍDICA?

Entre aqueles que têm dúvidas se deve ser uma pessoa jurídica, surge constantemente a questão de como funciona a contratação. Isso é mais fácil do que você pensa. Ser pessoa jurídica oferece alguma liberdade para cuidar e organizar suas atividades de acordo com o seu tempo disponível e expectativas financeiras.
Você, como pessoa jurídica, pode e deve emitir uma fatura com os impostos aplicáveis ​​pagos. Nesse tipo de contrato, ambas as partes se beneficiam.
A empresa minimiza os custos com mão de obra, enquanto a pessoa jurídica tem um desconto salarial menor. Essa forma de trabalhar oferece aos funcionários muita flexibilidade, mas é um trabalho e, portanto, como qualquer outra, tem prazo de entrega. Portanto, esteja atento às regras da contratação.

Agora que você viu as vantagens de ser Pessoa Jurídica e deseja Abrir sua Empresa, fale conosco. Iremos lhe auxiliar em todo o processo de abertura. E caso já tenha sua empresa e precisa regularizar e não sabe por onde começar, entre em contato com nossa equipe para ter o suporte necessário e deixar sua Empresa apta aos Negócios!

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Contabilidade para Prestadores de Serviços

Em geral, os prestadores de serviços não estão muito interessados ​​em regular a situação junto às autoridades, acreditam que é assim que economizam.
Ao mesmo tempo, não há nada melhor para reduzir impostos do que entender a importância da contabilidade para prestadores de serviços.
A contabilidade, muitas vezes vista como um gasto desnecessário, deve ser vista como uma aliada leal no desenvolvimento estratégico e de qualidade de uma empresa.
A sua idoneidade já é evidenciada na escolha do regime tributário, que, se não for claramente definido, pode originar um problema devido ao pagamento indevido de impostos. Na sua área de atuação, a contabilidade é fundamental para que tudo funcione perfeitamente.

POR QUE A CONTABILIDADE É IMPORTANTE PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS?

Os serviços de contabilidade para empresas de serviços são importantes para cada segmento e não podem ser diferentes para prestadores de serviços.
E, neste caso, não basta entender os números. As pessoas costumam se perguntar: “Mas a oferta de serviços da minha empresa é pequena, eu realmente preciso de um contador?”
A resposta é sim! Porque, independentemente do tamanho, os impostos são pagos.
Tudo isso é feito para poder encontrar a contabilização correta para a prestadora de serviço que corresponda às características do segmento.
Dependendo do segmento em que ele atua, haverá um diferencial no trabalho contábil!
Com a contabilidade, você poderá otimizar sua receita e até pagar menos impostos!
Isso ocorre porque eles trabalharão para selecionar o formulário de imposto mais apropriado para sua situação.

POR QUE PRESTADORES DE SERVIÇOS DEVEM TRABALHAR COM UM CONTADOR?

Os prestadores de serviços podem contar com os contadores desde o início do negócio, após toda a fase de planejamento, e garantir que os recursos não sejam usados ​​desnecessariamente.
E esse plano começa, como já dissemos, pela definição do regime tributário que deve corresponder ao tipo de negócio e conta para que o imposto não seja pago desnecessariamente.
Mas o papel dos contadores para prestadores de serviços não termina aí.
O documento sintetiza as estratégias que os empresários seguirão para o desenvolvimento, crescimento e estabilidade do mercado, e também aborda questões relacionadas ao equilíbrio financeiro.
Então, além de auxiliar o prestador de serviços nas questões financeiras e tributárias, a contabilidade é usada como auxílio para rastrear contas a pagar, contas a receber e saldos mensais.
E, se necessário, peça ajuda em outras atividades, como:

  • Serviços de precificação: os contadores podem ajudá-lo a encontrar um preço justo para seus serviços, calculando todos os custos e despesas, aplicando taxas de juros e definindo a margem de lucro do seu negócio;
  • Controle de fluxo de caixa: permite analisar o recebimento e a retirada de fundos e prever receitas e despesas futuras;
  • Crédito: os contadores profissionais podem ajudar a organizar a papelada da empresa para um empréstimo, bem como avaliar as vantagens e desvantagens das linhas de crédito existentes no mercado.

CONTABILIDADE FAZ A DIFERENÇA PARA OS PRESTADORES DE SERVIÇOS

E se o contador acompanhar o prestador de serviço desde o começo, também deve estar presente no final da transação.
É importante que alguém lhe mostre exatamente como fazer o acerto final com o governo, aumentar contas a receber, estoques de commodities e outras questões financeiras e jurídicas.
O fracasso em fechar um negócio de forma inadequada pode fazer com que o empresário tenha problemas que duram anos, dores de cabeça e dívidas.

ENCONTRE O CONTADOR CERTO!

Depois de compreender a importância da contabilidade para os prestadores de serviços, é hora de escolher uma empresa de contabilidade que acompanhará seu negócio. Este não é um trabalho fácil.
Nossa contabilidade é especializada em Prestadores de Serviços e entende perfeitamente as necessidades do seu Negócio, conte com nosso auxílio, seja na abertura ou regularização da sua empresa. Estamos aqui para prestar os serviços contábeis necessários para que sua Empresa economize em Tributação dentro da regularidade. Fale com a gente!

Contabilidade para MEI

Contabilidade para MEI: Entenda Mais!

Desde algum tempo, um simples status está disponível para quem deseja abrir uma pequena empresa. O status é o de microempreendedor individual, o MEI.

Aqueles que adotam esse status dirigem a empresa como uma microempresa. A popularidade desse status ocorre porque as normas de registro de empresas são fáceis de cumprir. E as regras fiscais e contábeis são menos penosas do que outras formas de enquadramento de negócios.

O que é então um MEI? Podemos saber por meio de uma série de características principais. Saiba mais a seguir:

 

STATUS FISCAL MEI

Em primeiro lugar, um MEI não é uma estrutura legal de negócios. É um status fiscal específico que se beneficia de regras fiscais e contábeis simples.

Então, só está disponível para quem trabalha por conta própria como pessoa física. Ou seja, alguém que dirige o negócio como empresário individual. Não por meio de uma sociedade limitada.

Por outro lado, ele não estará disponível se você se propor a administrar seus negócios por meio de uma sociedade limitada privada. Ou outra forma de estrutura de empresa.

 

CONTABILIDADE PARA MEI

Um microempreendedor não é obrigado a manter todos os livros de contabilidade. Com informações sobre renda, recebidos, e outros.

Dito isso, o uso de um contador não é obrigatório. Você mesmo pode fazer isso se sentir que é competente o suficiente para fazê-lo. Mas, ainda assim, é uma grande vantagem obter os serviços de uma contabilidade.

 

LIMITE DE ROTATIVIDADE

A terceira característica importante é que o status fiscal do microempreendedor só está disponível se a empresa não exceder certos limites de faturamento (receitas reais).

Esses limites dependem do tipo de atividade empresarial que você exerce. Em termos gerais, uma atividade comercial é aquela em que o negócio é comprar ou vender produtos e serviços. O comércio (artesanal) e as atividades profissionais baseiam-se nos serviços. No entanto, como ficará evidente, a distinção não é totalmente clara. Se você exceder esses limites, não poderá manter o status de MEI.

Por outro lado, outro ponto que caracteriza o MEI é a isenção de impostos e processos contábeis que regem a operação daqueles que usam a base tributária padrão. Inclui a isenção da necessidade de elaboração de um conjunto de contas anuais.

Claro, nada impede um MEI de usar um sistema de contas mais elaborado. Mas suas únicas obrigações contábeis legais são as seguintes:

 

REGISTROS CONTÁBEIS MEI

Os MEIs são obrigados a manter um diário de recebimentos de caixa. Além do método de pagamento e qualquer número de fatura relevante.

Aqueles que se dedicam à compra e venda de produtos, ou que administram um café devem a manter um diário de despesas, de forma semelhante ao livro-razão.

Os envolvidos na venda de móveis usados, veículos e objetos de metal precioso também devem se registrar como MEI e manter registros adequados.

 

CONTA BANCÁRIA

Quando o seu faturamento é superior a R$ 100.000 por ano, por exemplo, você é obrigado a manter uma conta bancária separada para a empresa, por meio da qual todos os ganhos e pagamentos são processados.

Se você exceder isso no ano, ainda poderá continuar a usar sua conta pessoal. Embora quando o limite for excedido por dois anos consecutivos, você deverá abrir uma conta separada.

A maioria dos bancos oferece uma conta bancária “profissional” para donos de empresas, pela qual eles impõem uma taxa de administração.

Por outro lado, não há necessidade de que a conta bancária seja outra coisa senão uma conta pessoal em seu próprio nome, que está disponível, embora possa haver uma cobrança para um cartão de crédito / débito ou cheque especial.

 

EXCLUSÕES

Por fim, certos tipos de atividades empresariais são excluídos do status de microempresários.
Eles incluem aqueles que compram e vendem propriedades em uma base profissional, agentes imobiliários, profissionais de saúde, contadores, agentes de seguros e profissões agrícolas. Com alguns outros limites para artistas, escritores, atividades científicas e esportivas.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS PARA MEI

Embora o MEI seja isento da responsabilidade de manter contas detalhadas, a manutenção de um diário que detalha os recibos continua a ser obrigatória.
Portanto, não se deixe seduzir pelas regras simples de tributação e contabilidade do status de MEI.
Tudo depende da estrutura de custos do seu negócio. E, em especial, de como você o vê durante os primeiros anos.
Mesmo que você possa adotar o status fiscal de MEI, você precisa ser mais prudente. A geração de lucro não significa que você também será responsável pelo imposto de renda sobre esse lucro.

Contabilidade para Médicos - Veja a Importância

Contabilidade para Médicos: Entenda a Importância

Os médicos podem trabalhar em uma variedade de funções. Eles podem trabalhar assalariado, atuar como consultor ou médico hospitalar. Eles podem ser contratados para trabalhar em diferentes ambientes fiscais dentro do mesmo ano, como em uma sociedade limitada ou parcialmente PAYE (pague conforme ganhe).

Por outro lado, cada sistema de emprego tem seus próprios requisitos. Não é de se admirar que os profissionais médicos muitas vezes achem difícil gerenciar seus impostos e finanças sem a ajuda de um revisor oficial de contas especializado neste setor.

CONTADORES PARA MÉDICOS

Com condições de trabalho tão variadas, as contas de um médico variam de prática para prática e não são passíveis de uma solução única para todos. Os contadores têm trabalhado com profissionais médicos em uma miríade de funções por anos.

Eles podem ajudar os médicos assalariados a preparar declarações de impostos, aconselhar sobre quais despesas você pode reivindicar, compartilhar ideias de planejamento tributário, preparar certificados de aposentadoria e dar-lhe o apoio necessário caso deseje explorar uma parceria.

Os contadores podem ajudar em um amplo espectro de tarefas contábeis, desde escrituração, fluxo de caixa, declarações de IVA, folha de pagamento e planejamento tributário.

Por outro lado, os contadores podem ajudar na preparação de contas e declarações de impostos, requisitos de formulários, consultoria de planejamento tributário, consultoria de despesas, bem como dando o suporte necessário.

Então, com uma gama de serviços inclui preparação de contas e declarações de impostos, conformidade com o seguro nacional, consultoria sobre despesas e quaisquer consultas fiscais que você possa ter.

Então, os contadores podem aconselhar sobre a melhor estrutura que possa maximizar a receita e minimizar a obrigação tributária é o primeiro passo que ajudamos. Em seguida, eles ajudam os prestadores de serviços de saúde privados com declarações de impostos, apoio de secretariado da empresa, declarações de impostos de diretores, planejamento tributário e todo o conjunto de serviços contábeis de escrituração, previsão de fluxo de caixa, declarações de IVA para folha de pagamento.

QUESTÕES FISCAIS

O imposto é um assunto complicado, o que explica por que há muitas perguntas. Contadores experientes para médicos respondem a grandes perguntas de profissionais da área médica, como: Quais descontos de impostos estão disponíveis para médicos? Você deve preencher uma declaração de imposto de renda?

O cerne da questão é que as despesas devem ser efetuadas «total, exclusiva e necessariamente» no exercício das funções de médico. Isso pode incluir:

Taxas profissionais – São taxas de assinatura de sociedades ou associações médicas que representam os profissionais médicos e auxiliam na proteção dos interesses de seus pacientes.

Despesas de viagem e acomodação entre bases hospitalares – há circunstâncias em que viagens e refeições durante viagens para um local temporário podem ser solicitadas para redução de impostos.

Cursos e conferências de formação de educação especializada – permite a redução de impostos para cursos de formação e livros onde eles são uma parte intrínseca do emprego e parte dos deveres do emprego.

Equipamento médico – Despesas de trabalho para uso pessoal no trabalho podem ser reclamadas para redução de impostos. Isso pode incluir aventais, calçados, estetoscópios e óculos cirúrgicos.

Além do planejamento tributário, eles também ajudam os médicos com muitos serviços de contabilidade essenciais para que você possa manter o foco em sua prática médica:

  • Gerenciar a contabilidade e as contas que atendem às diretrizes nacionais em tempo hábil
  • Fornece serviço de folha de pagamento e devoluções de IVA
  • Em seguida, preencher e enviar declarações fiscais
  • Fornece planejamento previdenciário
  • Por fim, processar reivindicações de despesas

POR QUE CONTRATAR UM CONTADOR PARA MÉDICOS?

Muitos procuram contadores porque não têm o conhecimento necessário para lidar com questões tributárias e contábeis na prática médica. Você pode obter softwares específicos do setor atualizados que podem ser muito caros para adquirir por conta própria. Também oferecemos a privacidade e a segurança de que você precisa.

Os contadores oferecem a experiência e credibilidade que você merece de uma empresa de contabilidade. Por outro lado, os médicos e dentistas que terceirizam experimentam uma maior eficiência operacional e têm mais tempo para se concentrar em suas atividades principais. Além disso, ao buscar um contador, os médicos podem desfrutar de flexibilidade financeira.

Por fim, também ajudam as instituições médicas a cumprir as leis de contabilidade, levando em consideração todas as diretrizes legais de sua província ou território. Então, mais importante ainda, permitir que cuidem de seus serviços de contabilidade e escrituração ajudará a minimizar os custos.

Contabilidade para Prestadores de Serviço

Contabilidade Para Prestadores de Serviços

Normalmente, os prestadores de serviços realmente não se preocupam com a contabilidade, porque acham que assim economizará dinheiro. Na verdade, os métodos informais podem tornar uma empresa não lucrativa ou até mesmo encerrar.

Para evitar essa situação e, ao mesmo tempo, conseguir cortes de impostos, nada melhor do que entender a importância da contabilidade para os prestadores de serviços. A contabilidade, normalmente vista como um gasto desnecessário, deve ser vista como um verdadeiro aliado estratégico e técnico.

O DESENVOLVIMENTO DO SEU NEGÓCIO

A relevância já pode ser percebida na escolha do regime tributário, caso não esteja claramente definido no início, pode ocasionar um gap de caixa devido ao excesso de pagamentos de impostos.

Alguns detalhes burocráticos entram na empresa, e esses detalhes estão em constante mudança, dificultando a vida dos empresários. A contabilidade é essencial para todos os trabalhos em sua área profissional. É assim que funciona a contabilidade para prestadores de serviços.

Após toda a fase de planejamento, os contadores podem trabalhar com os prestadores de serviço sem utilizar recursos desnecessários. Conforme mencionado anteriormente, esse planejamento começa com a definição do sistema tributário, que deve ser adaptado ao tipo de negócio e receita para evitar o pagamento de impostos desnecessários.

Mas o papel da contabilidade para o provedor de serviços não para por aí. Ao continuar a planejar, os contadores podem ajudar a desenvolver um plano de negócios que resuma as estratégias que os empreendedores adotarão para desenvolver, crescer e manter a estabilidade do mercado. Isso também inclui questões de balanço financeiro.

 

BENEFÍCIOS DOS CONTADORES PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS

Então, além de apoiar os prestadores de serviços em tributação e assuntos fiscais, o conhecimento do especialista também pode ser usado para monitorar contas a pagar e a receber e saldos mensais.

Se necessário, usam toda a sua experiência em legislação e questões salariais. Se necessário, procure ajuda em outras atividades, como:

  • Preços de serviços: os contadores podem ajudá-lo a encontrar preços de serviços razoáveis ​​calculando todos os custos e taxas, aplicando taxas de juros e a margem de lucro do seu serviço.
  • Controle de fluxo de caixa: pode analisar fundos de entrada e saída, prever receitas e despesas futuras;
  • Solicitar empréstimos: os contadores podem ajudar a organizar os documentos de empréstimo da empresa e avaliar as vantagens e desvantagens das linhas de crédito disponíveis no mercado.

Claro, esse nunca é o objetivo, mas se for, é importante que alguém lhe mostre como proceder com o acordo final do governo, divisão entre parceiros (se aplicável), cobrança de dívidas, inventário e outras questões financeiras e leis.

Então, o não fechamento adequado de contas pode causar problemas que duram anos e causar dores de cabeça e dívidas para os empreendedores. A combinação de boa contabilidade e bom software é essencial.

Depois de compreender a importância da contabilidade para os prestadores de serviços, é hora de escolher uma empresa de contabilidade que siga esse caminho com o seu negócio. No entanto, sabemos que não é uma tarefa fácil.

Por fim, isso ocorre porque a contabilidade de hoje classifica os clientes de acordo com sua profissão. Ao pesquisar e analisar escritórios, procure escritórios que atendam e entendam as necessidades do departamento de serviço.

 

FORMALIZAÇÃO DO NEGÓCIO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS

A formalização da empresa começa com o registro comercial. Mesmo medidas simples, como instalação profissional de ar-condicionado e apenas contratar um auxiliar, precisam ser agilizadas para evitar problemas com o governo.

Por outro lado, os prestadores de serviços podem optar por se legalizar freelance ou formar uma empresa. Ambas as opções requerem o envio de vários documentos, e o contador é o especialista listado para isso.

A constituição de uma empresa envolve muitas atividades e um elevado grau de complexidade:

  • Registro no CNPJ
  • Determinar a natureza jurídica e a forma de tributação
  • Inscrição na matrícula comercial
  • Em seguida, inscrição da empresa no município
  • Registro nacional
  • Registro da previdência social
  • Licença comercial específica
  • Redução do impacto tributário

Nenhuma empresa legal é isenta de impostos, mas essa carga tributária pode ser reduzida após explorar as melhores alternativas. Afinal, uma simples decisão entre um autônomo ou um CNPJ cadastrado pode ter um impacto significativo no valor da dívida.

Contabilidade para E-Commerce

Contabilidade para E-Commerce: Saiba a Importância

Como gerenciar as contas do comércio eletrônico? Se você deseja criar um site de e-commerce ou já lançou sua loja online, esta é uma pergunta que você fará a si mesmo.

Porque sim, você quer fazer isso direito. E a contabilidade é uma parte importante do seu negócio. Do ponto de vista jurídico, existem obrigações legais a serem observadas, como a abertura de conta em banco. A emissão de notas fiscais para clientes e a manutenção de contas de determinados negócios são obrigatórias.

Vamos descobrir juntos quais são os diferentes pontos que não devem ser esquecidos para administrar a contabilidade de sua atividade de e-commerce.

E-COMMERCE E CONTABILIDADE: POR QUE É TÃO IMPORTANTE?

Empresa comercial e empresa de e-commerce, mesma briga: é preciso manter contas e preencher um formulário fiscal – apenas algumas exceções, como microempresas fogem à regra mencionada.

Como um e-comerciante, você não está isento de contabilidade! Para poder efetuar a sua demonstração de resultados, deve relacionar em ordem cronológica todas as entradas e saídas de dinheiro registradas pela sua empresa. Só a partir daí você poderá fazer um balanço anual, mostrando o seu equilíbrio financeiro.

Felizmente, as soluções de contabilidade online estão aqui para facilitar o seu trabalho!

Então, existe a selva dos números e, em seguida, existe a selva dos softwares de contabilidade. Há cada vez mais no mercado, oferecendo diferentes pontos fortes e diferentes funcionalidades. Por outro lado, encontre aquele que realmente combina com o seu negócio. Então, o e-commerce também tem suas especificidades: não há como saltar no primeiro software!

Portanto, pense também em todos os detalhes de que você pode precisar para sua atividade. E quanto ao cancelamento de pedidos, devoluções ou até mesmo a realização de ativos?

Em última análise, seu software de contabilidade deve colocar você no controle de suas finanças na ponta dos dedos, mas não é tudo. Também deve permitir que você economize tempo para se concentrar em aumentar sua rotatividade. Nossa Contabilidade poderá auxiliar nisso, deixe isso com a gente.

ABRA UMA CONTA PARA SUA E-COMMERCE

Este é o ponto de partida para vender online. Todas as empresas estão sujeitas à obrigação de abertura de conta bancária para a sua atividade. Na verdade, você terá que receber o pagamento pelos pedidos que seus clientes farão com você.

Agora, você é forçado a abrir uma conta em um banco comercial? Vai depender do status da sua empresa:

  • para empresas com capital social, é obrigatório;
  • portanto, para empresas individuais, basta uma conta bancária tradicional desde que seja dedicada à sua atividade, separada das contas pessoais.

As faturas são a base da sua contabilidade de comércio eletrônico. Portanto, sua loja online não é uma exceção à regra!

Suas faturas devem incluir todas as informações obrigatórias necessárias. Para cumprir essa obrigação, você pode:

  • gerar uma fatura eletrônica no momento da encomenda, que os seus clientes receberão por e-mail em formato PDF e / ou através da sua área de cliente;
  • em seguida, gerar e imprimir a nota fiscal para integrá-la ao pacote no momento do envio;
  • ou optar por ambos, desde que as duas faturas sejam estritamente idênticas.

Em seguida, se você deseja automatizar a emissão de faturas para economizar tempo e evitar erros humanos:

  • veja se a sua plataforma de e-commerce no qual você vende permite que seja gerenciado nativamente ou por meio de módulos adicionais;
  • então, use software de faturamento que faz interface com sua plataforma de e-commerce.

 

RECORRER A UM CONTADOR É UMA BOA IDEIA?

É obrigatório recorrer a um contador para fazer a contabilidade do seu site de comércio eletrônico? A resposta é não.

Por fim, muitas vezes, devido à falta de dinheiro ao iniciar um negócio, você pode hesitar em terceirizar sua contabilidade. No entanto, isso é compreensível, mas esteja ciente de que muitas vezes representa um investimento lucrativo por vários motivos (bons conselhos sobre como otimizar encargos, economizar tempo, evitar multas por não conformidade com a legislação tributária, etc.).

Portanto, aconselhamos você, assim que tiver dinheiro suficiente e um volume de vendas grande o suficiente, para chamar um contador para atualizar seu site de comércio eletrônico para o próximo nível.

Dicas para criar sua Emprsa

Dicas Para Criar Sua Empresa

A pandemia não acabou com a vontade de ser empreendedor, muito pelo contrário e os números da criação de empresa em 2020 e 2021 são muito significativos. Em fevereiro de 2021, o número total de criações de negócios de todos os tipos de negócios combinados recuperou (+ 3,8% após -1,0% em janeiro, em dados ajustados de sazonalidade e dias úteis). Então, aumentaram as inscrições de microempresários (+ 5,1% após –0,4%) e, em menor medida, a criação de empresas tradicionais (+ 1,3% após –2,0%).

Quando você faz a escolha de começar esta aventura, o primeiro passo é definir o seu projeto e não apenas encontrar a ideia do século. A forma como você implementa sua ideia será mais crítica, como diz o ditado que a mesma ideia se origina em dois lugares do mundo ao mesmo tempo. Então, seu projeto define o que você vai conseguir no futuro. Portanto, para obter uma visão clara, não hesite em listar os seus desejos e ambições para tornar o seu projeto o mais concreto possível e que esteja à sua medida.

Por fim, descreva o que deseja de forma clara e precisa para que possa se distanciar o máximo possível. Não hesite em fazer originalidade para se diferenciar de seus concorrentes. Crie seu projeto de A a Z!

1. CRIE UM MODELO DE NEGÓCIOS

Uma vez que seu projeto está bem em mente, você deve agora definir um modelo de negócio ou, em outras palavras, responder à pergunta: como você vai ganhar dinheiro? Esta é uma das primeiras coisas a fazer (embora algumas empresas de sucesso não soubessem originalmente como iriam ganhar dinheiro).

Por fim, este último deve permitir que você gere renda suficiente para pagar seus encargos diretos e indiretos. Para encontrar a técnica mais lucrativa, estude bem o mercado e considere os resultados das diferentes formas de operar. Esta etapa é essencial para o desenvolvimento do seu plano de negócios. Por outro lado, aproveite o tempo necessário para sua criação, pois será útil acompanhar se você está atrasado ou adiantado em relação aos desempenhos esperados,

2. TORNE SUA EMPRESA OFICIAL

Você decidiu mergulhar? Que seja conhecido! Para chegar ao cerne da questão, nada melhor do que criar sua estrutura. Cumpra as várias formalidades e obtenha um número de registo, bem como o estatuto jurídico que mais lhe convier.

Então, você pode usar vários sites para ajudá-lo nessas etapas. Para encontrar todas as informações de que precisa, peça ajuda às câmaras de comércio e indústria ou comércio, que fornecerão o que você precisa para ajudá-lo a abrir seu negócio.

3. PROCURE AJUDA FINANCEIRA PARA COMEÇAR

Levantar todos os fundos necessários nos primeiros dias de seu negócio pode ser um desafio a ser superado. Algumas pessoas não sabem, mas existem muitas ajudas financeiras para começar um negócio.

Conseguir encontrar o caminho entre a ajuda privada e a pública já é uma dificuldade, por exemplo. Para encontrar aquele que melhor se adapta a você, você continua sendo a melhor pessoa. Aproveite o tempo para aprender sobre toda a ajuda possível.

4. ENCONTRE APOIO FINANCEIRO PARA SUA EMPRESA

A ajuda financeira é útil, mas não é tudo. Conseguir todos os fundos necessários, especialmente para os mais novos, pode ser um desafio. Felizmente, existem soluções para superar esse problema.

Pode contar com crowdfunding ou mesmo bancos que se posicionam junto dos jovens empresários. Aproveite o tempo necessário para estabelecer um bom arquivo na imagem de sua empresa e coloque todas as chances a seu lado para obter o Santo Graal: o financiamento.

5. ENCONTRE COLABORADORES PARA SUA EMPRESA

O crescimento do seu negócio não acontece do nada. Resta se cercar bem de encontrar colaboradores sem demora. Isso deve ajudá-lo a desenvolver seu projeto mais rápido e mais longe.

Reserve um tempo para conhecer as pessoas que farão parte do seu dia a dia para ter certeza de que você compartilha a mesma visão da sua empresa e de que enxerga o futuro da mesma forma. Veja os benefícios que você pode colher antes de aceitar alguém ao seu redor, porque uma contratação ruim pode sair pela culatra rapidamente.

6. CONVERSE SOBRE O SEU PROJETO

É sempre bom receber conselhos, em especial, quando você deseja iniciar o empreendedorismo. Conversar com as pessoas ao seu redor sobre o seu projeto está provando ser a melhor maneira de obter opiniões e pontos de vista diferentes. Aproveite o tempo para ouvir as pessoas que têm experiência.

Preste atenção especial aos seus fracassos (aprendizados?) Para não vivenciar os mesmos. Não hesite em participar de fóruns ou clubes para encontrar o maior número de pessoas possível e colher os benefícios.

7. PARTICIPE DE CONCURSOS EM PROL DA SUA EMPRESA

Já pensou em participar de concursos para jovens designers? Eles acabam sendo numerosos e não devem ser esquecidos. Esta é uma excelente forma de ganhar notoriedade, mas também de confrontar o seu projeto com um público de especialistas. Jornalistas e investidores continuam presentes neste tipo de evento.

Além de ser notado, você também encontra colaboradores. Saia do jogo destacando-se o máximo possível dos outros candidatos. Você só pode colher os benefícios de participar de um desses muitos eventos. Vá em frente!

8. SEJA OTIMISTA NA CRIAÇÃO DA SUA EMPRESA E DIVIRTA-SE

Começar um negócio leva tempo e muita energia. Você tem que dar de si para alcançar seus objetivos e no longo prazo. Para ter sucesso, você não deve desistir a cada dificuldade encontrada. Você deve permanecer otimista em todas as circunstâncias!

Por outro lado, as dificuldades fazem parte do dia a dia, não é? Sempre seja positivo e siga em frente. Lembre-se também de que se divertir é sempre a chave do sucesso. Então, se você não tem nenhum prazer, significa que está fazendo algo de que não gosta. Em seguida, retome o seu projeto desde o início. Faça trabalho e prazer rimarem!

Por fim, começar um negócio é um verdadeiro desafio. As dificuldades que enfrentará são muitas, mas não deve desistir.

Nossa contabilidade poderá ser uma grande parceira da sua Empresa, entre em contato conosco e auxiliaremos em todo o processo de abertura. Vem falar com a gente!

Contabilidade Para Comércio: Entenda Como Funciona

Ao embarcar na grande aventura do comércio físico ou online, é vital manter suas contas com muito rigor. Isso torna possível cumprir todas as obrigações legais em todos os momentos, em particular no que diz respeito à declaração de impostos. Então, descubra como gerenciar as contas do seu comércio.

Todos os negociantes, não importa seu status ou porte, têm a obrigação de manter um registro de sua atividade. Na qualidade de sociedades inscritas no Registo Comercial, estão sujeitas ao cumprimento da forma normal ou simplificada.

As contas de um comércio devem ser estabelecidas de forma regular, fiel aos fatos e de boa fé. Por outro lado, cada comerciante deve controlar suas contas e fazer uma descrição de seus procedimentos contábeis e métodos de organização. Este deve indicar o seu funcionamento, os diversos intervenientes na preparação das contas, o sistema contabilístico utilizado (plano de contas, numeração, arquivo, etc.) e os processos instaurados.

Por fim, a contabilidade de uma empresa pode ser realizada pelo próprio comerciante ou delegada a uma contabilidade. Este último deve ser um membro da ordem dos revisores oficiais de contas. No entanto, dependendo do porte da empresa e de seu sistema contábil, os termos obrigatórios dessa contabilidade diferem.

QUAIS SÃO AS OBRIGAÇÕES DO COMÉRCIO?

As obrigações contábeis de um comerciante são diversas. Eles incluem registros de todas as entradas e saídas. Os comerciantes precisam ter uma conta bancária dedicada. Então, um inventário comercial é essencial pelo menos uma vez por ano.

Por outro lado, devem também elaborar uma demonstração de resultados e um balanço anuais no final de cada exercício. Em alguns casos, eles devem estabelecer faturas ou arquivar suas contas anuais com o escrivão do tribunal comercial.

Os principais documentos contábeis de uma empresa são uma primeira lista todos os movimentos em ordem cronológica e sua repartição de acordo com o plano de contas. Então, são necessárias várias informações para cada registro, em particular o documento contábil de referência.

A contabilidade de uma empresa inclui a preparação de contas anuais (ou contas sociais). Esses são os documentos contábeis de primeira ordem que incluem o balanço patrimonial e a demonstração de resultados. O primeiro estabelece o resumo anual dos ativos e passivos da empresa.

Por outro lado, o segundo diz respeito às receitas e despesas. Eles mostram o lucro líquido da empresa na forma de lucro ou prejuízo do exercício. Certos documentos devem ser anexados a esses dois documentos. Na maioria das vezes, são explicações sobre os métodos utilizados e suas possíveis modificações, bem como informações adicionais.

Quer seja pessoa física ou jurídica, o comerciante deve manter contas normais ou simplificadas.

Deve, portanto, respeitar as regras do plano de contas. Caso contrário, ele pode ser responsabilizado pela tributação automática sobre um lucro apurado pelas autoridades fiscais. Finalmente, dependendo do tamanho e do sistema contábil da empresa, as obrigações contábeis diferem.

CONTABILIDADE REGULAR DO COMÉRCIO

Um contador deve se manter regular, sincero e fiel à realidade das contas de negócios. Quer você faça suas contas de forma interna ou confie-a a um revisor oficial de contas, é obrigatório cumprir certas obrigações legais para realizar uma contabilidade fiel e sincera:

  1. Registro cronológico dos movimentos (compras, vendas, etc.) dos ativos da empresa
  2. Estabelecimento do faturamento
  3. Produção obrigatória de um inventário físico anual que pode ser regularizado ao longo do tempo
  4. Registro de contas anuais no final de cada financeiro ano (balanço, demonstração de resultados e anexo)
  5. Abertura de conta bancária
  6. Manutenção de todos os documentos, após o final de cada exercício e durante pelo menos 10 anos

OS DOCUMENTOS CONTÁBEIS

Existem vários documentos e registros contábeis com os quais é essencial se familiarizar o mais rápido possível. Estas são as contas anuais. De acordo com a lei, elas incluem:

  • O balanço que apresenta os ativos e passivos da empresa;
  • Em seguida, a demonstração do resultado que reúne as receitas (vendas, juros sobre o capital investido, etc.) e despesas (compras, salários, impostos, etc.);
  • Por fim, documentos contábeis obrigatórios.

Tem um comércio e precisa Regularizar? Entre em contato com a nossa contabilidade, iremos auxiliar você nesse processo e tirar todas as suas dúvidas!

A importância do Contador no seu negócio

A importância do Contador no seu Negócio

Por que o contador é tão importante nos negócios? Que papel eles desempenham dentro da organização? Qual é a sua  importância? Se você está se perguntando essas questões, este artigo é para você!

Você sabe, a criação de uma sociedade é gerada pela geração de lucros ou ganhos. No entanto, apenas os contadores podem fornecer os indicadores-chave necessários para saber se o volume de negócios ou as  receitas são superiores às  despesas e encargos. O cálculo das contas de um negócio e a escrituração são essenciais para a  boa gestão de qualquer negócio!

Embora o princípio continue simples de entender, identificar as áreas onde a empresa  ganha ou perde dinheiro não é tão fácil. E, acima de tudo exige muito  rigor. Portanto, também uma excelente gestão de contas. Obrigações estritas devem ser observadas para estar em acordo com a legislação em vigor.

Sem uma visão clara e precisa da sua contabilidade geral, é impossível ter um  negócio rentável e eficiente. Quem não sabe de onde vem não sabe para onde vai.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO CONTADOR?

Quando bem conduzida, a escrituração permite determinar as atividades mais rentáveis, as menos rentáveis, as ações a serem continuadas, as que devem ser suspensas… Dando assim informações valiosas aos líderes e permitindo-lhes realizar decisões informadas para orientar sua estratégia.

O CONTADOR PERMITE UMA MELHOR GESTÃO DA EMPRESA

As informações contábeis fornecem cifras e indicadores confiáveis ​​sobre a situação financeira e os exercícios contábeis da empresa, o que facilita consideravelmente a tomada de decisões de gestores e líderes empresariais.

A escrituração não é apenas saber o que está em débito e crédito, ativos e passivos, vai além. É preciso criar estratégias e tomar decisões importantes para a empresa.

Em seguida, consultando a conta do cliente, pode-se ter uma ideia mais precisa sobre os clientes de confiança e os duvidosos. Sem esquecer o seu comportamento em termos de pagamento e métodos utilizados, prazo dos pagamentos, entre outros.

Então, o trabalho do contador permite agrupar todas as atividades comerciais relativas aos fornecedores da empresa, o que permite ter uma ideia precisa dos custos, despesas, para identificar quem está em risco… E assim gerir melhor os custos e manter um bom equilíbrio das contas gerais.

CONHEÇA O ESTADO DAS FINANÇAS DA SUA EMPRESA

Quanto à evolução do volume de negócios, permite identificar as alterações que têm marcado a atividade ou o setor. Por meio do trabalho do contador, os tomadores de decisão podem obter uma imagem precisa das finanças da empresa e identificar itens problemáticos, que podem dificultar a expansão da organização.

Então, a contabilidade hoje continua sendo uma ferramenta para a gestão empresarial e tomada de decisões.

Na verdade, manter as contas em tempo real permite a qualquer gerente de negócios ou gerente ter uma visão global da situação financeira da empresa. Além de calcular custos, monitorar e controlar o fluxo de caixa no dia a dia. Bem como preparar orçamentos futuros em uma abordagem que não é mais reativa, mas bonita e muito voltada para o futuro. Essa é uma das principais vantagens de ter dados contábeis atualizados.

Por fim, para ter uma contabilidade atualizada, é importante recorrer a um contador. Que pode ser consultado a qualquer hora. E em qualquer lugar para ter acesso às informações contábeis quando necessário.

BOM PLANEJAMENTO!

Manter as contas em uma base regular e mantê-las atualizadas permite um melhor planejamento para o futuro. Por exemplo, a contabilidade fornece indicadores sobre a sazonalidade da atividade. O que ajuda a gerir melhor os estoques e o orçamento destinado aos investimentos. De forma a garantir a competitividade e a viabilidade da empresa no mercado. Uma contabilidade bem mantida permite que você conheça seus recursos e centros de custos, bem como a melhor forma de gerenciá-los.

A má gestão das finanças é o principal fator para o fracasso de iniciar um negócio. Este é especialmente o caso de empresários que se encarregam de suas próprias contas. E que, infelizmente, não possuem todos os conhecimentos e habilidades necessárias para mantê-las e geri-las.

USE UM CONTADOR!

Por fim, ao recorrer a um contador que tenha as habilidades, mas também a experiência e as ferramentas necessárias para gerenciar a contabilidade de uma empresa, o diretor da empresa pode dedicar mais tempo aos outros aspectos gerenciais de seu negócio e cuidar mais do crescimento de seu negócio.

Por outro lado, ao solicitar um contador, este passa a ser um parceiro de confiança, com quem podemos contar para  preservar a saúde financeira  da estrutura.

Erros a serem evitados na contabilidade da empresa

Erros a serem evitados na contabilidade da empresa

Na era digital, o trabalho contábil é muito facilitado graças ao software de contabilidade. No entanto, podem ocorrer erros e exigir que o contador recomece do início. Essa recuperação gera perda de tempo que gera prejuízo financeiro para a empresa. Concentre-se nos erros mais comuns.

1. COMBINAR SUAS DESPESAS PESSOAS E COMERCIAIS

O menor erro é fatal na contabilidade de uma empresa. Por outro lado, o fato de usar sua conta pessoal para fazer a contabilidade da empresa pode distorcer as contas.

2. ADIAR REGISTROS

Apesar de um dia exaustivo repleto de viagens de negócios e compras, não deixe todos os seus recibos no fundo da sacola para guardá-los mais tarde. Eles podem se acumular ou até mesmo se espalhar, não será fácil registrá-los um a um.

3. GASTAR SEM DEFINIR UM ORÇAMENTO

Esse erro é mais comum entre as pequenas empresas e os autônomos. Deve ser evitado porque o planejamento de seu orçamento permitirá que você limite suas despesas e estabeleça suas metas financeiras.

4. NÃO GUARDAR RECIBOS

É essencial guardar todos os recibos porque as despesas comerciais são reembolsáveis ​​e, ao perdê-los, pode perder importantes deduções fiscais.

5. NÃO ADERIR UM SOFTWARE DE CONTABILIDADE PODE GERAR ERROS

Erros de entrada de dados são os mais comuns na contabilidade. Embora eles não possam ser evitados 100%, existem ferramentas que você pode usar para melhorar seus procedimentos e garantir que os erros sejam corrigidos rapidamente.

6. EXTRAVIAR SUAS CONTAS

As faturas representam prova para a administração tributária. É importante mantê-las com cuidado para justificar suas contas durante uma auditoria fiscal.

7. COMETER ERROS NA ENTRADA DE DADOS

A vigilância é importante, pois um erro de entrada, a inversão de números, a inversão entre crédito ou débito, um relatório incorreto ou recopia de dados ou uma leitura errada podem distorcer todas as suas contas. No entanto, uma revisão é necessária após cada entrada.

8. INSERIR DADOS EXTRA

Esquecer um dado é uma fonte de erros que o obrigará a refazer todas as suas contas. No entanto, esse é um erro que pode ser facilmente evitado. Mesmo caso para dados adicionados em excesso após uma manipulação falsa.

Outro erro, muitas vezes cometido, é a omissão ou esquecimento de certos dados. Se o contador considera que tais dados não são importantes e não os incluem. Por outro lado, isso pode se tornar o elemento que falta que levará a refazer todas as contas. Por outro lado, o manuseio incorreto pode fazer com que um contador adicione muitos dados.

9. NÃO CONTAR COM AJUDA PROFISSIONAL

A contabilidade inclui etapas que se beneficiariam em serem realizadas por um profissional, neste caso um contador. Os profissionais podem evitar muitos erros que podem ser fatais para você. Essas etapas consistem em: faturamento, pagamento de funcionários, remessa de impostos, pagamento de adiantamentos, etc.

Na contabilidade, é óbvio que o menor erro é fatal. Portanto, é muito importante que mais do que qualquer pessoa em uma empresa, um contador esteja constantemente vigilante. O erro que os contadores muitas vezes cometem é a falta de expectativa, porque então a empresa se vê incapaz de planejar sua estratégia.

Outro erro fundamental é sentar-se sobre o que você aprendeu e não se atualizar regularmente, e as leis nessa área estão em constante evolução. A perda de faturas também pode prejudicar a contabilidade, assim como usar sua conta pessoal para fazer contabilidade comercial.

POR QUE CONTRATAR UM CONTADOR PARA EVITAR ERROS?

Isso impedirá que você descubra que um cliente não paga pelo seu serviço há 3 meses, por exemplo, e que o seu fluxo de caixa está ruim. Cabe a você definir um horário preciso para cumprir suas obrigações fiscais: durante o dia, a semana, o mês, o trimestre …

No entanto, cabe a ele fazer um plano das obrigações jurídicas e financeiras a que a sua empresa está sujeita: contracheque, declaração de IR, etc. Se não respeitar os prazos, corre o risco de sobretaxas.

Por outro lado, cabe a você saber por quantos anos você deve manter os documentos contábeis ou fiscais, por exemplo.

Um mal-entendido com um fornecedor, um erro no preço de um componente de seu produto pode fazer com que você venda com prejuízo para seus clientes. Uma inadimplência de fluxo de caixa mal antecipada pode colocar sua empresa em dificuldades. Também depende dele pensar em relançar os maus pagadores a tempo.

Por fim, além de manter suas contas e preparar suas contas anuais, ele poderá aconselhá-lo sobre a melhor forma de desenvolver seu negócio.